Mistura de vinho contra Alzheimer

A doença pode ser tratada com uma combinação de compostos presentes no vinho

Da redação em 5 de Julho de 2018 às 09:00

Um estudo da Universidade de South Wales, na Austrália, apontou que a doença de Alzheimer pode ser tratada com uma combinação de compostos de polifenois presentes no vinho. Até então, pesquisas anteriores mostravam que o resveratrol, um dos componentes do vinho, tinha grande eficácia na prevenção e tratamento, contudo, para ter algum efeito, era necessário sintetizar o equivalente a mil garrafas de vinho em uma pílula. Ainda assim, o consumo de resveratrol em tamanha quantidade tinha efeitos colaterais, como náusea, diarreia e até desidratação. Os australianos, porém, perceberam que a quantidade de resveratrol pode ser diminuída e combinada com outros dois compostos do vinho, criando os mesmos benefícios neuroprotetores e minimizando as reações adversas. Eles planejam começar em breve o teste em grande grupos de pacientes com Alzheimer para comprovar a eficácia.


Notícias


ALBERTO ANTONINI

Assine

Impressa
1 ano
Impressa
2 anos
PDF/Android
1 ano
iPad/iPhone
1 ano

Assine InnerImpressaImpressaPDF/AndroidiPad/iPhone
1 ano2 anos1 ano1 ano
Edições12241212
Comprando Avulso você pagariaR$ 216,00R$ 432,00R$ 216,00R$ 216,00
Assine Agora porR$ 194,40R$ 367,20R$ 56,70R$ 56,70
Desconto
EconomizaR$ 21,60R$ 64,80R$ 159,30R$ 159,30
Parcelado sem juros no cartão de crédito 3x R$ 64,80 6x R$ 61,20
Assinando agora você GANHA também POSTER DESCRITORES AR Bolsa de Gelo + Par de Taças
ALBERTO ANTONINI

Alguns valores poderão variar dependendo da cotação do dólar

Receba o boletim Revista ADEGA

Receba no seu email grátis destaques de conteúdo e promoções exclusivas