Mundo Vino

Uvas contaminadas pela fumaça de incêndios ganham novo destino

Empresa cria destilado feito com uvas afetadas por fumaça de incêndios


 

O que fazer com as uvas que foram afetadas pelas fumaças de incêndios? Enquanto cientistas estudam uma forma de eliminar possíveis aromas no vinho, uma empresa australiana resolveu criar um destilado de uvas contaminadas pela fumaça dos incêndios que atingiram a região de Hunter Valley no ano passado.

LEIA MAIS

» Para evitar a uva defumada

» Bagaceira: a aguardente vínica de Portugal

Os danos às vinhas em New South Wales, bem como a mancha de fumaça, causados pelos incêndios ocorridos em 2019, atingiram fortemente a indústria vinícola local. Para apoiar a comunidade, a Archie Rose iniciou uma colaboração com Tulloch Wines e First Creek Wines.

Os destilados de pequenos lotes são os primeiros do gênero na Austrália e foram feitos com mais de 50 toneladas de uvas contaminadas por fumaça. A bebida resultante é descrita como “tendo notas de frutas tropicais, crème fraîche e frutas silvestres com uma pequena sugestão de fumaça”.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 9 de Outubro de 2020 às 16:00


Notícias uva destilado queimadas

Artigo publicado nesta revista