Quem mexeu no meu vinho?

Vinho branco meio doce, um curinga na harmonização com queijos

Moscatos e Rieslings se destacam como as melhores opções


 

Vinhos brancos meio doces são ótimos para harmonizar com diversos queijos

Só para deixar claro, aqui estamos falando de vinhos de uvas viníferas feitos com estilo meio seco (ou meio doce, como também podem ser chamados), em que essa doçura, na maioria das vezes, é fruto do açúcar residual da fermentação.

LEIA MAIS

» Com qual queijo harmonizo vinho do Porto?

» Queijos e vinhos brancos doces, qual o segredo da harmonização

Esses vinhos serão ótimos curingas na harmonização com queijos, pois “quebram” o sal e ainda equilibram texturas. Dessa forma, vale a pena experimentar alguns Moscatos e Rieslings.

Uma ótima opção nesse sentido é um Moscato d’Asti, com seu leve frisante, dulçor moderado e gostosa acidez. Esse estilo de vinho vai combinar muito bem com uma infinidade de queijos frescos mais salgados, assim como os de massa mole (ou semimole), como Brillat-Savarin, Chevrotin, Caciocavallo, Provolone etc.

Mas você pode experimentar ainda com alguns queijos de cabra como Sainte-Maure de Touraine, Valençay, Selles sur Cher, entre outros.

Um Vinho do Porto branco também poderia ser usado aqui, mas preferencialmente ao lado de queijos menos untuosos. 

Sugestão da ADEGA

PRUNOTTO MOSCATO D’ASTI 2016 - AD 90 pontos

Prunotto, Piemonte, Itália. Branco doce elaborado exclusivamente a partir de Moscato Bianco di Canelli, sem passagem por madeira. De ótima tipicidade, mostra notas florais e de ervas frescas envolvendo os aromas de frutas cítricas e brancas maduras. Leve e refrescante, tem bom equilíbrio entre acidez e doçura e final cativante e agradável, com toques de limão e de mel. Álcool 5%. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 29 de Novembro de 2020 às 11:00


Notícias Branco Vinho Meio doce queijos harmonização