Vinícola italiana produz vinhos de vinhedo do Leonardo da Vinci


Vinhedo no centro de Milão foi plantado com uma variedade de Malvasia, que teria sido a mesma usada na época de Da Vinci

A vinícola Castello di Luzzano produziu os vinhos de um clone específico da casta Malvasia di Candia, plantada em 2015 em um local na centro de Milão, onde acredita-se que Leonardo da Vinci possuiu videiras (desta mesma variedade). Cerca de 330 garrafas do vinho “Leonardo da Vinci” foram feitas a partir da colheita de 2018. 

O vinho, que passou algum tempo em uma grande ânfora de terracota antes de ser engarrafado no fim de 2019, foi produzido em parceria com La Vigna di Leonardo, a organização que administra um museu no local do vinhedo, no terreno da Casa degli Atellani, perto da Igreja de Santa Maria delle Grazie. O Castello di Luzzano foi escolhido como produtor porque trabalha com Malvasia di Candia há séculos, segundo informou Giovannella Fugazza, coproprietária da vinícola. 


 

LEIA MAIS:

» A relação do escritor Goethe com o vinho

» O vinho e a história da humanidade


 

Acredita-se que Da Vinci foi presenteado com a vinha neste local em 1499 por Lodovico Il, também conhecido como Lodovico Sforza, em troca da pintura de “A Última Ceia”. Uma equipe de pesquisadores e especialistas em vinhos levou 11 anos para localizar e restabelecer a vinha de Leonardo em Milão, que teria sobrevivido por 450 anos até ser destruída por um bombardeio em 1943 durante a II Guerra Mundial. 

Luca Maroni, especialista em vinhos italianos, escavou o local para descobrir se alguma raiz de videira havia sobrevivido. Ele identificou alguns restos de videira e, em seguida, procurou um clone que fosse o mais próximo possível do original. 

Depois de identificar a Malvasia di Candia AromaticaMaroni e outros pesquisadores procuraram o clone na área de Piacenza, a sudeste de Milão, e encontraram um que se adequava. Três anos depois, fez-se a primeira colheita e agora um vinho. 

 

 

Da redação

Publicado em 26 de Fevereiro de 2020 às 14:56


Notícias

Artigo publicado nesta revista

Os blends mais famosos

Revista ADEGA 171 · Janeiro/2020 · Os blends mais famosos

15 combinações clássicas das principais regiões do mundo