Mundovino

Beber moderamente diminui risco de ser hospitalizado

Pesquisadores descobriram que quem bebe uma taça de vinho por dia tem menos chances de ser hospitalizado


Pesquisadores da Universidade de Harvard, do Instituto Neurológico Mediterrâneo da Itália e da Universidade de Molise investigaram a relação entre o consumo de álcool e o risco de hospitalização, e descobriram que quem consumia aproximadamente uma taça de vinho por dia teve menos visitas hospitalares comparado a quem bebeu mais e quem não bebeu nada.

Eles coletaram informações sobre os hábitos de consumo de 20.682 homens e mulheres com 35 anos ou mais que moram na região de Molise, na Itália, e acompanharam os registros de internações hospitalares por um período de cerca de seis anos.

Leia mais:

Quem prefere vinho vive mais

Beber vinho com moderação faz bem a saúde

Frequência de consumo de vinho interfere na saúde

No decorrer do estudo, quase 13.000 hospitalizações foram registradas. Aqueles que ingeriram de 1 a 12 gramas de álcool por dia tiveram a menor taxa de internações hospitalares. E, em comparação com abstinentes e ex-bebedores, os moderados não só tiveram uma taxa mais baixa de hospitalização para todas as causas, mas também para doenças cardiovasculares especificamente. “Esta pesquisa reafirma que não há evidências científicas para demonizar o álcool. Como um componente da dieta mediterrânea, incluindo um estilo de vida social amigável, o álcool com moderação não se revela um fator negativo”, afirmou Simona Costanzo, autora do estudo.

Descubra outros benefícios do vinho para a saúde

Da redação

Publicado em 15 de Fevereiro de 2019 às 15:00


Notícias Vinho e saúde saúde saúde e vinho benefícios de vinho

Artigo publicado nesta revista

Cult Wine Da Toscana

Revista ADEGA 159 · Janeiro/2019 · Cult Wine Da Toscana

Caberlot, História e Degustação Exclusiva