Mundo Vino

China tem queda gigante na importação de vinho

Importações de vinho da China caíram 32%


 

As importações de vinho engarrafado da China caíram um terço em volume e valor durante os primeiros seis meses de 2020. Um total de 160 milhões de litros (213 milhões de garrafas) de vinho engarrafado foram importados pela China durante o primeiro semestre de 2020, uma queda de 32% em relação ao ano anterior. O valor também diminuiu 31% para 752,9 milhões de dólares.

LEIA MAIS

» Produção de uva caiu em 2019 e terá nova queda este ano

» Bordeaux da China

Abril e maio foram os meses mais atingidos pela pandemia global, ambos apresentando queda de quase 50% no valor das importações ano a ano. Em junho, com a reabertura de mais restaurantes e lojas, o ritmo de queda arrefeceu, embora ainda represente montas de 25,7% em volume e 28,2% em valor.

Com isso, a Austrália agora passou a França e se tornou a principal fonte de vinhos engarrafados importados para a China durante os primeiros seis meses deste ano. Em seu relatório semestral, Wines of Australia registrou um aumento de 0,7% no valor dos vinhos (incluindo vinhos a granel) exportados para a China Continental, apesar de uma queda de 17% no volume durante o primeiro semestre de 2020.

A França foi responsável por 47,7 milhões de litros (219,6 milhões de dólares) de vinho engarrafado importado pela China, queda de 32% em volume e 37,7% em valor em relação ao ano passado.

A Argentina foi o único país a contrariar a tendência com um aumento significativo de 654% em volume, embora o valor das importações tenha subido apenas 20,6% e o preço médio tenha diminuído 84%, sugerindo que o aumento foi impulsionado pelos vinhos do segmento mais baixo.

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 16 de Outubro de 2020 às 10:09


Notícias China Importação Vinho

Artigo publicado nesta revista