Escola do Vinho

Taças no conforto do lar: conheça as melhores dicas para comprar vinhos pela internet


No novo cenário, a venda de vinhos passa por mudanças. Entre as vantagens de comprar na internet está o fato de podermos comparar preços de um mesmo rótulo em lojas diferentes, assim como receber em casa e conferir avaliações 

Se a pandemia de Covid-19 deixou o mundo todo em “modo de espera”, colocando negócios tradicionais em xeque, um dos setores que tem crescido durante a crise é o de vendas na internet. Segundo relatórios de consultorias, em diversos lugares do planeta, a compra de bebidas alcoólicas online apresentou aumento de duas, três, quatro, cinco e até 10 vezes mais em comparação com os primeiros meses do ano passado. E a venda de vinho nessas plataformas, obviamente, tem se avolumado. 

Com os muitos canais de distribuição literalmente fechados (como restaurantes, por exemplo), importadores têm apostado no e-commerce. Mesmo os que não vendiam online para consumidor final, começaram a criar ferramentas de venda direta durante a crise. O mesmo se deu com varejistas que só tinham loja física. E consumidores que antes buscavam suas garrafas em lojas especializadas ou então desfrutavam de seu vinho em restaurantes, passaram a olhar para o online para abastecer suas adegas. 

 

LEIA MAIS

» Rosé é o vinho das celebridades, de Brad Pitt a Sarah Jessica Parker, de Sex and the City

» Garrafa de US$ 225 mil quebrada no salão e o destino trágico dos vinhos de Thomas Jefferson

 

Então, diante do novo cenário, a venda de vinhos assume novos contornos. Comprar vinho na internet certamente será um hábito que permanecerá, pois tem vantagens como poder comparar preços de um mesmo rótulo em lojas diferentes, receber em casa, conferir avaliações etc. Além disso, esse certamente é um momento interessante para as compras, pois pode significar adquirir vinhos que ainda não foram reajustados (devido ao aumento súbito do dólar), ter acesso a rótulos que antes iam só para outros canais (como restaurantes ou lojas físicas, por exemplo), enfim, desfrutar de um bom vinho no conforto de casa. 

Então, pensando em quem agora está se voltando para os vinhos online, elencamos algumas dicas úteis para você comprar com segurança e assertividade. 

 

1 - Lojas confiáveis 

Há diversos e-commerce de vinhos e, nos últimos tempos, estão surgindo mais. Antes de abrir aquele e-mail marketing ou aquele link patrocinado no Instagram, veja primeiro de onde ele vem. Pesquise sobre a loja. Veja se há avaliação da loja e dos vinhos que ela oferece em outros sites que não o da própria loja. Veja se há comentários de clientes satisfeitos ou insatisfeitos (e se esses clientes são reais e não fakes). Alguns “porto-seguros” para compra certamente são as lojas online de importadores tradicionais. Neles você encontra os vinhos mais conhecidos e ainda tem a garantia de uma empresa que já atua no mercado há bastante tempo. Há ainda redes de lojas online e até mesmo cadeias de supermercado que entregam nacionalmente. 

 

2 - Direto da vinícola 

Se estiver pensando em adquirir vinhos nacionais, uma boa alternativa é checar diretamente nos sites das próprias vinícolas. Diversas vinícolas brasileiras (desde as maiores até as mais “artesanais”) oferecem venda direta em seus sites com entrega em todo (ou quase todo) o Brasil. Ao comprar diretamente, você pode encontrar preços mais atraente (nem sempre) e produtos diretos da fonte. 

 

Pesquise sobre a loja, veja se há avaliação dos vinhos que ela oferece em outros sites, e confira se há comentários de clientes satisfeitos ou insatisfeitos

3 - Apresentação do vinho no site 

Um bom site de venda de vinhos online certamente vai ter algumas preocupações. A primeira, obviamente, é mostrar a imagem da garrafa. A segunda, todos os detalhes possíveis tanto sobre aquele vinho em si quanto sobre o produtor. A apresentação do vinho deveria ter: variedades de uvas usadas, descritivo de aromas e sabores, safra, dados do produtor, teor alcoólico, métodos de elaboração, temperatura de serviço, opções de harmonização etc. Há sites que, além do produtor e seus vinhos, ainda apresentam informações sobre a região onde aquele vinho é produzido e sobre a variedade (ou variedades) com as quais é feito. Nessa hora, quanto mais informação você tiver, melhor. Em alguns sites também, ao selecionar um vinho, abrem-se opções de outros rótulos feitos pelo mesmo produtor, ou da mesma região, ou da mesma uva, ou do mesmo estilo, ou da mesma faixa de preço, etc., tudo para que você possa ter uma boa base de comparação. 

 

4 - Consultoria online 

Já não são raros os e-commerce que oferecem o serviço de “sommelier online”, sem custos. É um tipo auxílio interessante. Se você já possui algumas referências, mas está em dúvida sobre alguns vinhos, vale a pena ligar para falar com alguém que conhece esses rótulos mais a fundo e pode esclarecer dúvidas e trazer novas possibilidades. Há sites ainda que mapeiam o seu perfil solicitando informações básicas sobre seus gostos e sugerindo algo que pode lhe agradar. 

 

5 - Aposta em clássicos 

Você tem receio de comprar algo sem nunca ter provado? Não se penitencie. A maioria dos enófilos se apega a algo familiar e, muitas vezes, compram várias caixas de um mesmo rótulo. Se você é desses, não tema ir em busca dos nomes conhecidos. Mesmo que você não encontre o rótulo exato que costumava comprar, grandes produtores tendem a ter linhas bastante consistentes, então, dá para apostar sem muito receio. 

 

Existem muitos pontos importantes para se observar na hora da compra, como atentar para safra que está sendo vendida. A não ser que seja um site especializado em vendas de vinhos clássicos com diversas safras, ou então de produtor conhecido

6 - Cuidado com as promoções mirabolantes 

Com o canal de vendas concentrado no online, é comum que surjam “ofertas especiais” por todos os lados. Com certeza você pode encontrar bons descontos, contudo, preste atenção. Em rótulos conhecidos, atente para as safras. Em casos graves, podemos ter desde vinhos fora de seu ponto ideal até contrabando. Quando se tratam de rótulos desconhecidos, pesquise se já foi bem avaliado por alguém confiável. Costumamos brincar que vinho ruim, mesmo com muito desconto, continua ruim. 

 

7 - Fique de olho nas safras 

Entre os pontos importantes a serem observados na hora da compra, além das informações sobre o vinho em si e o produtor, fique de olho na safra que está sendo vendida. A não ser que seja um site especializado em vendas de vinhos clássicos com diversas safras, ou então um produtor conhecido por envelhecer seus vinhos por longos períodos antes de lançá-los no mercado, ou ainda vinhos de regiões específicas cujas regras determinam um bom período de estágio (como os Riserva de Brunello, que esperam seis anos no mínimo, ou os Gran Reserva de Rioja, que ficam cinco anos aguardando para serem lançados; entre outros), evite safras muito antigas, especialmente para vinhos de entrada. 

 

8 - Pontuações e resenhas 

Ao adquirir vinhos que você nunca provou, é preciso se municiar de todas as informações possíveis. Como já apontamos, um bom site de e-commerce vai trazer informações sobre as variedades usadas e descritivo de aromas e sabores, entre outras coisas, mas você pode ir além e vasculhar avaliações e resenhas independentes. Veja se o vinho que pretende comprar já foi bem avaliado pela crítica especializada, tanto de fora quanto de dentro do Brasil. Mas não pare aí, as notas são a primeira referência para avaliar o nível de qualidade de um vinho, mas a resenha lhe ajudará a ver se o vinho tem o estilo que busca. 

 

9 - Similaridades 

Comprar pela internet pode abrir um leque de possibilidades para quem muitas vezes se foca em um único estilo de vinho. “Bebedores de Cabernet”, por exemplo, tendem a procurar Cabernet Sauvignon por todos os lados, comprando caixas de um mesmo rótulo quando acham algo do seu agrado. Com tantas opções no mundo virtual, você pode buscar por similaridades, sem precisar se focar em uma única variedade. Como já dissemos, há sites que, quando você seleciona um rótulo, apresentam outros similares. Ao buscar novas referências, você aumenta o seu leque. Então, esteja aberto às descobertas, desde que conscientes. 

 

10 - Comunicação 

Comprar pela internet é cômodo. No entanto, podem ocorrer problemas – cancelamento de pedidos devido a falta do produto em estoque, atrasos de entrega, produtos enviados erroneamente, cobranças indevidas etc. E, caso algo ocorra, é interessante ter acesso fácil a um meio de comunicação e respostas rápidas do vendedor para tentar solucionar. Veja que tipo de suporte você tem no site, como telefones, e-mails, redes sociais (Whatsapp, Facebook, Instagram etc.) e bisbilhote para ver se não há muitas reclamações de outros consumidores. 

 

É comum que surjam 'ofertas especiais' por todos os lados, já que se trata de um canal de vendas concentrado no online. É possível encontrar bons descontos, mas é preciso prestar atenção

11 - Clubes de vinho 

Uma forma interessante de receber de garrafas mensalmente para compor sua adega é participar de um clube de vinhos. Essa é uma alternativa para quem quer receber vinhos diferentes a cada mês confiando na seleção de especialistas. Há clubes de vinhos com diversos formatos e especialidades. Há os que se focam em vinhos que não se encontraram no mercado normalmente, os que oferecem descontos, os que trabalham apenas com rótulos orgânicos, os que fazem curadoria especializada, entre tantos outros. Nesses clubes, você recebe uma quantidade de garrafas dentro de um determinado valor de assinatura mensal. Fique atento ao que está sendo oferecido, pois há os que se focam apenas nos “descontos” entregando rótulos de qualidade duvidosa. 

 

12 - Frete 

Vale a pena conferir as políticas de frete dos e-commerce antes de adquirir suas garrafas. Muitas vezes, comprar uma quantidade maior de garrafas ou fechar o pedido com um valor mais alto, pode significar economia no frete. Vale lembrar que, devido a diferentes valores de ICMS nos estados, os preços de frete podem variar dependendo do local da entrega. Assim como os prazos. Regiões metropolitanas de São Paulo e Rio de Janeiro, por exemplo, tendem a ter prazos menores e há até quem entregue em poucas horas após a confirmação do pedido. Quanto menos tempo, melhor, pois uma longa espera pode significar horas sob temperaturas quentes ou ainda muita trepidação (fatores que não colaboram com os vinhos). 

 

13 - Recebimento 

Ao receber suas garrafas, verifique como elas estão acondicionadas. Antes mesmo de abrir a embalagem externa, verifique se o peso condiz com a quantidade de garrafas que pediu. Verifique também se a embalagem não está molhada ou úmida, pois isso pode indicar que alguma garrafa se quebrou (o que é raro, mas pode ocorrer). Se perceber isso, melhor sequer receber e devolver diretamente para o entregador. Caso tenha recebido e note o problema depois, entre em contato imediatamente com o vendedor e tende documentar com fotos e vídeo o momento da abertura da caixa. No mais, após o recebimento, verifique o estado geral das garrafas, veja se os rótulos não estão rasgados ou deteriorados. Se estiver adquirindo vinhos de guarda, certamente você não vai querer rótulos danificados. 

 

14 - Devolução 

Outro fator a ser lembrado é que, pelo Código de Defesa do Consumidor, para qualquer compra feita pela internet, o consumidor tem até sete dias para se “arrepender”. O artigo 49 diz: “O consumidor pode desistir do contrato, no prazo de 7 dias a contar de sua assinatura ou do ato de recebimento do produto ou serviço, sempre que a contratação de fornecimento de produtos e serviços ocorrer fora do estabelecimento comercial, especialmente por telefone ou a domicílio”. Observe-se, porém, que você não pode abrir a garrafa e provar para depois desistir. E, caso abra e prove, e o vinho se mostrar estragado (algo raríssimo de ocorrer) por algum motivo, consulte o vendedor sobre o procedimento. 

 

15 - Nota fiscal 

O envio da nota fiscal junto com o produto é importante, pois dá a garantia necessária para caso você precise reclamar em órgãos de defesa do consumidor. Uma empresa que envia vinhos sem nota fiscal ou com valores declarados diferentes dos que foram pagos, certamente não é confiável. 

Clique aqui se quiser saber mais sobre dicas para não errar na hora de comprar um rótulo que não conhece.

Clique aqui para conferir alternativas interessantes ao estilo de vinho que você aprecia, que acompanharão o seu paladar evitando a monotonia.

 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui 

 

Da redação

Publicado em 7 de Julho de 2020 às 12:00


Notícias

Artigo publicado nesta revista