Mundovino

Vinhedos britânicos tiveram um aumento expressivo neste ano

Novas plantações são de Pinot Noir, Chardonnay e Pinot Meunier


Número de hectares no Reino Unido aumentou 24% em comparação com 2018

De acordo com a organização WineGB, cerca de três milhões de videiras foram plantadas na Inglaterra e no País de Gales neste ano, quase o dobro do volume plantado em 2018. Isso significa que o Reino Unido agora tem uma estimativa de 3.500 hectares de vinhedos, um aumento de 24% em relação ao ano passado.

Um porta-voz disse que a maioria das novas plantações devem ser de Chardonnay, Pinot Noir e Pinot Meunier, além de Bacchus, embora números precisos ainda não estejam disponíveis.

Leia mais:

Dá para comer bem em Londres?

Bollinger: o champagne da família real

Levará vários anos para que novas videiras produzam vinhos comerciais e o total ainda é pequeno em escala global – Champagne tem cerca de 34.000 hectares plantados –, mas o ritmo de crescimento reflete a confiança da indústria britânica após uma safra de alta qualidade como foi 2018.

Simon Robinson, presidente da WineGB, disse: “No ano passado, definimos nossa visão de que nos próximos 20 anos, à taxa de crescimento atual, poderíamos produzir cerca de 40 milhões de garrafas por ano. Certamente estamos indo em direção a isso”. Enquanto 69% dos vinhos do Reino Unido são espumantes, tem havido também um interesse crescente no potencial dos vinhos tranquilos nos últimos anos, particularmente de Bacchus, Pinot Noir e Chardonnay.

Veja também:

Donald Trump é recebido com Lafite pela realeza britânica

 

ASSINE JÁ A REVISTA ADEGA. DESCONTOS DE ATÉ 76% 

Da redação

Publicado em 8 de Setembro de 2019 às 11:00


Notícias mercado do vinho vinhos britânicos Reino Unido Inglaterra

Artigo publicado nesta revista