Mundo Vino

Vinho brasileiro tem pico de vendas no inverno

Vinhos finos brasileiros alcançam melhor venda do ano em julho


 

O mês de julho de 2020 foi responsável por 26,13% de todo vinho fino vendido este ano, que chegou a 14.659.904 litros. É o melhor desempenho de 2020 nesta categoria, segundo dados oficiais da União Brasileira de Vitivinicultura (Uvibra), refletindo a comercialização do que é elaborado no Rio Grande do Sul. 

LEIA MAIS

» A safra das safras - safra 2020 no Brasil encanta enólogos

» Brazil Wine Challenge recebe número recorde de vinhos

Muitos fatores vêm influenciando o aumento nas vendas, puxado pelos supermercados, uma vez que os rótulos de entrada registram o maior incremento. Além disso, os rótulos nacionais têm vantagens diante das variações do câmbio, maior acessibilidade e distribuição. “No mercado global de vinhos, as vendas acabaram ficando mais concentradas nos supermercados e mercearias. O motivo para isso é claro e simples. Os restaurantes ficaram fechados. Para os produtores nacionais isso representa, claro, prejuízos em alguns segmentos, como o enoturismo e a gastronomia, mas forte crescimento onde estão os maiores volumes: os supermercados”, analisa Deunir Luis Argenta, presidente da Uvibra. 

Mas não foram só os vinhos finos que tiveram o melhor desempenho do ano no período. Os espumantes brut, que no semestre (janeiro a junho) tiveram queda de 26,19% em relação ao mesmo período do ano passado, começaram uma virada fechando o mês de julho com um aumento de 13% em relação a junho. Já os espumantes moscatéis tiveram uma leve queda de 2%. 

» Receba as notícias da ADEGA diretamente no Telegram clicando aqui  

 

Da redação

Publicado em 14 de Outubro de 2020 às 15:00


Notícias Brasil Comércio Vinho

Artigo publicado nesta revista